terça-feira, 21 de março de 2017

Homem morre após cair do 19º andar do Congresso Nacional

A queda ocorreu no espelho d'água do local; Polícia Legislativa vai abrir um inquérito para apurar o caso

- Foto: ReproduçãoUm homem morreu depois de cair do 19º andar do Congresso Nacional, no início da tarde desta sexta-feira (17/3), por volta das 12h30. O advogado e consultor Adriano de Rezende Naves, 42 anos, caiu no espelho d'água do complexo e morreu na hora. Ele era morador da 212 Sul. 
Segundo a assessoria de imprensa da Câmara dos Deputados, a vítima não tinha ligação com a Casa, havia entrado no prédio como visitante. A Polícia Legislativa vai abrir um inquérito para apurar as circunstâncias da queda. 
- Foto: Luiz Carlos Azedo/CB/DA Press 
A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) fez a perícia no local para ter mais informações sobre o caso. Testemunhas relataram que Adriano tinha entrado em várias salas até encontrar uma que estivesse vazia. 
No 19º andar do Anexo 1 da Câmara funciona a Coordenação de Arquitetura e Engenharia. A sala 1906 de onde ele caiu era da Sessão de Projetos e Estudos de Engenharia. 

domingo, 12 de março de 2017

Novo sistema de ajuda mutoa promete com apenas 10 dez reais chegar a 120 mil reais

REDE LEAL 10 POR 1 - Chegou para recuperar sua confiança em ajuda mutoa e ajudar você ganhar uma boa renda EXTRA. chega de perder dinheiro. Aqui você doa apenas R$10,00 e convida 2 para recuperar o que você perdeu no passado. assista o vídeo e veja como funciona.
https://youtu.be/_hnuYcJUIb8
Link para você cadastrar.>> http://www.redeleal10por1.com/cadastro/tonsilva
Link para pagamento: https://mibank.com.br/
aprenda como é a redeleal10x1
YOUTUBE.COM

Globo prepara batalhão de advogados para enfrentar a Record na justiça


Globo prepara batalhão de advogados para enfrentar a Record na justiça
No próximo dia 3 de abril a Record vai estrear o reality show 'Dancing Brasil', que será apresentado por Xuxa Meneghel, e que foi inspirado no 'Dançando com as Estrelas'. Porém, a Globo também tem um programa similar, que é apresentado aos domingos por Faustão, o 'Dança dos Famosos'.
Agora, segundo o site 'Notícias da TV', o canal carioca preparou uma equipe de advogados do seu departamento jurídico, deixando todos a postos para uma eventual guerra contra o canal dos bispos. A Globo só está esperando que a Record leve ao ar o seu 'Dancing Brasil', para que faça uma análise de qual o nível de semelhança entre os dois programas.
Depois da análise, a Globo definirá se vai à Justiça ou não, onde seja bem provável que envolva até as produtoras, donas dos formatos, na briga.
Procurada, a Record garantiu que comprou o formato Dancing with Stars da BBC, proprietária do formato de 'Strictly Come Dancing'. A Endemol Shine argumentou que só estará produzindo o programa, já que ela é representante da BBC no Brasil.

A Globo por sua vez negou que vá processar a RecordTV.

ESPOSA REVELA QUE PAI DE RÔMULO, DO BBB 17, FOI ASSASSINADO

Rômulo era criança quando pai foi morto© TV Globo Rômulo era criança quando pai foi morto
Bastante discreto no "BBB 17", Rômulo viveu uma verdadeira tragédia em sua vida pessoal. O pai do diplomata, José Neves, foi assassinado por um empregado.
"O pai dele era caminhoneiro e conseguiu comprar outros veículos para trabalhar, fazer fretes. Ele tinha um empregado e descobriu que esse cara o roubava. Aí foi tirar satisfação. O rapaz confessou e pediu para completar o dia de trabalho para poder pagar o que tinha roubado. Seu José deixou, e eles foram dormir em um alojamento, já que estavam na estrada. Durante a madrugada, o cara deu vários golpes na cabeça dele com um objeto que eu não lembro qual. Ele morreu na hora", revelou Ana Milhomem, esposa do brother, ao jornal "Extra".
Questionada a respeito do motivo de o companheiro não falar do assunto dentro do confinamento, a mulher do participante alfinetou: "Não é que ele não goste de ficar lembrando, só não fica se vitimizando, como Ilmar [cujo pai cometeu suicídio] e Emilly [que foi vítima de um câncer de pulmão]. Temos orgulho dele por isso. Meu marido não usa esse caso para se promover. Ele nunca faria isso. Se perceber que cabe tocar no assunto, até comentaria. Mas não vai falar por falar".
E completou: "O pai do Rômulo era jovem quando morreu. Tinha mais ou menos a idade que o filho tem hoje, 39 anos. Não me recordo com exatidão. Estamos juntos há 10 anos e muitos assuntos pessoais dele foram revelados para mim ao longo do tempo. Fico chateada quando as pessoas acham que ele está sendo personagem lá dentro. Ele até já se abriu bastante. Rômulo é brincalhão e amigo, mas reservado"

BBB17': Por Emilly, Marcos leva bronca da produção



CRIMINOSOS INVADEM BAILE FUNK E MATAM CINCO PESSOAS EM MOSSORÓ

© Reprodução/Facebook Criminosos invadem baile funk e matam cinco pessoas em Mossoró
Um ataque a um baile funk deixou cinco pessoas mortas e pelo menos cinco feridas, em Mossoró, no Rio Grande do Norte, na noite desse sábado (11). Criminosos entraram na festa e iniciaram os disparos.
Segundo informações do G1, o evento se chamava "Primeira Festa de Favela", que acontecia no bairro Boa Vista. No momento dos tiros, disseram testemunhas, houve correria. Um dos baleados, o DJ Lucas, 21 anos, que animava a festa, chegou a ser socorrido, mas não resistiu.
O adolescente Kaynan Gomes, 16 anos, conhecido como "Mc Kay", tentou correr para se salvar, mas caiu morto próximo ao portão de entrada da casa noturna. Ainda não há detalhes sobre o que teria motivado o crime. O caso já está sob investigação da polícia.
Além do DJ Lucas e Kaynan, também foram vítimas da chacina Eduardo Nunes Farias, de 19 anos, Eriely Amanda de Souza Neves, 21, e Israel Gomes Bezerra, 19. Eriely (foto), que foi mãe no fim do ano passado, foi atingida na cabeça por um tiro de espingarda

domingo, 5 de março de 2017

Sérgio Moro condena Delúbio Soares e Ronan Maria.


Eles foram condenados a cinco anos de reclusão por lavagem de dinheiro. Outras três pessoas foram condenadas na mesma ação, da Lava Jato.
02/03/2017 12h46 - Atualizado em 02/03/2017 14h35
Por Aline Pavaneli, Bibiaba Dionísio e Thais Kaniak
Do G1 PR
O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Delúbio Soares chega para prestar depoimento ao juiz Sérgio Moro, na sede da Justiça Federal em Curitiba. Ele é réu em um dos processos da Operação Lava Jato, derivado da 27ª fase (Foto: Rodrigo Félix Leal/Futura Press/Estadão Conteúdo)Delúbio Soares foi condenado pela Operação Lava Jato nesta quinta-feira (2) (Foto: Rodrigo Félix Leal/Futura Press/Estadão Conteúdo)
O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Delúbio Soares e o empresário dono do jornal Diário do Grande ABC Ronan Maria Pintoforam condenados por lavagem de dinheiro em um processo oriundo da Operação Lava Jato a cinco anos de prisão em regime inicial fechado.
Esta é a primeira condenação deDelúbio Soares Lava Jato. Ele ainda responde a mais uma ação penal referente à operação.
Outras três pessoas também foram condenadas no ação penal. Ela e um desdobramento de outro processo que condenou o pecuarista José Carlos Bumlai e dirigentes do Banco Schahin por um empréstimo fraudulento de R$ 12 milhõesconcedido a Bumlai e que teve como real destinatário o PT, conforme a sentença. A dívida foi formalmente quitada após a contratação fraudulenta do Grupo Schahin pela Petrobras, para operar o Navio-sonda Vitória 10.000.

Esta ação apurou a lavagem de dinheiro envolvendo mais de R$ 6 milhões do empréstimo concedido a Bumlai. Segundo os procuradores, os R$ 12 milhões foram transferidos para a empresa Bertin Ltda. Em seguida, cerca de R$ 6.028.000 foram transferidos para a empresa Remar Agenciamento e Assessoria Ltda., que repassou mais de R$ 5,6 milhões para a empresa Expresso Nova Santo André, sem apresentação de documentos que justifiquem os motivos dessas transferências.
A sentença do juiz federal Sérgio Moro – responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância – é desta quinta-feira (2) e referente à27ª fase da operação, deflagrada em abril de 2016.
"Condeno  Delúbio Soares de Castro, Enivaldo Quadrado, Luiz Carlos Casante, Natalino Bertin e Ronan Maria Pinto pelo crime de lavagem de dinheiro, consistente, no repasse e recebimento, com ocultação e dissimulação, de produto de crime de gestão fraudulenta de instituição financeira", diz um trecho da sentença.
O valor mínimo para reparação dos danos causados à Petrobras foi fixado em R$ 61.846.440,07. A quantia deve ser corrigida até o pagamento.
Veja a lista de condenados e as respectivas penas:
-Delúbio Soares de Castro - ex-tesoureiro do PT - 5 anos de reclusão em regime inicial fechado
-Ronan Maria Pinto - empresário dono do jornal Diário do Grande ABC - 5 anos de reclusão em regime inicial fechado
-Luiz Carlos Casante - empresário -4 anos e seis meses de reclusão em regime inicial semiaberto
-Enivaldo Quadrado - empresário condenado na Ação Penal 470, conhecida como mensalão - 5 anos de reclusão em regime inicial fechado
- Natalino Bertin
 - empresário - 4 anos de reclusão em regime aberto, porém, conforme Sérgio Moro, o crime prescreveu em virtude do tempo entre o último delito e o recebimento da denúncia.
Neste processo, foram absolvidos:
-Oswaldo Rodrigues Vieira Filho - empresário dono da Remar
-Marcos Valério Fernandes de Souza-publicitário que cumpre pena na Ação Penal 470, conhecida como mensalão
-Sandro Tordin - ex-presidente do Banco Schahin
-Breno Altmann- jornalista ligado aoPT
De acordo com Sérgio Moro, as absolvições são decorrentes da falta de prova suficiente para a condenação.
Ronan Maria Pinto foi preso preventivamente, que é por tempo indeterminado, na 27ª etapa da operação, mas foi solto três meses depois, mediante pagamento de fiança de R$ 1 milhão.
Ele é monitorado por tornozeleira eletrônica, além de cumprir medidas cautelares.

O outro lado
O advogado Pedro Paulo de Medeiros, responsável pela defesa de Delúbio Soares, informou, em nota, que ainda não teve acesso à sentença. “Contudo, pode afirmar que em momento algum Delúbio Soares solicitou ou anuiu com empréstimo de valores junto ao Banco Schain”, diz o texto.
A defesa afirmou ainda que continua confiante na Justiça brasileira, em juízes independentes e imparciais, para que a absolvição dos responsáveis pelo Banco Schahin se estenda a Delúbio Soares, durante o julgamento do recurso que será apresentado.
G1 tenta contato com as defesas dos outros condenados.

Investigação
Ronan Pinto foi investigado pelo recebimento de R$ 6 milhões do empréstimo realizado entre o pecuarista José Carlos Bumlai – também preso pela Lava Jato – e o Banco Schahin, que acabou sendo fraudado.
A denúncia do Ministério Público Federal (MPF) envolvendo o empresário também atingiu o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e mais sete pessoas. Os procuradores do MPF pediram para que o grupo repare o erário em R$ 6 milhões.
De acordo com o Ministério Público Federal, o empréstimo foi pago por meio da contratação do Grupo Schahin como operador do navio-sonda Vitória 10.000, pela Petrobras, em 2009, ao custo de US$ 1,6 bilhão.
Ainda conforme as investigações, em depoimento ao Ministério Público Federal, Marcos Valério, operador do mensalão, afirmou que parte do empréstimo obtido por Bumlai era destinado Ronan Maria Pinto, que extorquia dirigentes do PT. À época da denúncia, o MPF afirmou não ter provas, até aquele momento, que explicassem os motivos da extorsão.

Na sentença, Moro diz que ainda é "obscuro" o motivo do repasse dos valores pelo PT a Ronan Maria Pinto. "A única explicação nos autos foi concedida por Marcos Valério Fernandes de Souza e por Alberto Youssef, de que seria para fazer frente a uma extorsão", conforme a decisão.
O dinheiro, segundo o procurador Diogo Castro de Mattos, seria para comprar ações do jornal "Diário do Grande ABC". Mattos diz que o objetivo de comprar ações era, segundo Marcos Valério, porque o jornal estava ligando Ronan Maria Pinto a denúncias da morte do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel.

Campanha é criada para valorizar atrativos turísticos do interior de MG

Descubra as muitas Minas Gerais' é promovida por sindicado via internet. Confira as cidades escolhidas e os potenciais regionais selecionados.
05/03/2017 16h05 - Atualizado em 05/03/2017 16h05
Por Karla Pereira
Do G1 Triângulo Mineiro
Cachorira Casca D'Anta na Serra da Canastra tem quase 200 metros de queda (Foto: Atusca/Divulgação)Cachorira Casca D'Anta na Serra da Canastra tem quase 200 metros de queda (Foto: Atusca/Divulgação)

O Sindicato Intermunicipal de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas Gerais (Sindtur) promove até a próxima quinta-feira (9), a campanha "Descubra as muitas Minas Gerais" nas redes sociais. O objetivo é evidenciar os atrativos culturais, históricos, gastronômicos, religiosos e ecológicos em Uberlândia, Araguari, Uberaba, Araxá, Vazante, Patos de Minas, Serra da Canastra e Paracatu. Segundo informações do Sindtur, a intensão é lançar um olhar para os potenciais regionais atraindo mais gente, além do turismo de negócios na região.
Festa do Congado completa 136 anos de realização em Uberlândia, MG (Foto: Eduardo Ramos/Arquivo pessoal)Festa do Congado completa 136 anos de realização
em Uberlândia (Foto: Eduardo Ramos/Arquivo
pessoal)
Em Uberlândia, o turismo de negócios e eventos está aquecido pela localização estratégica da cidade. “São mais de 44 hotéis que investem em estrutura e atraem eventos, não apenas de empresas locais, mas também de multinacionais. Além da locação de espaço e buffet, estes eventos ocupam parte dos cerca de 4.500 leitos disponíveis em dias de semana, em todas as temporadas, reduzindo a sazonalidade típica do setor”, disse o presidente do Sindtur, Gilmar Pomponi.
Ainda de acordo com o Sindtur, a cada dia a campanha será voltada para uma cidade. “As redes sociais foram escolhidas por ser um meio mais barato e pela quantidade de pessoas atingidas. A publicação será feita pelo Sindtur e parceiros”, explicou Carolina Monteiro, assessora de comunicação.
Confira os atrativos selecionados na campanha:
Uberlândia
- Igreja do Divino Espírito Santo do Cerrado e Museu de Arte Sacra (MAS), projetos de Lina Bo Bardi
- Teatro Municipal, projeto de Oscar Niemayer
- Santuário Nossa Senhora Aparecida
- Museu Municipal, Praça Clarimundo Carneiro e Oficina Cultural
- Festa de Congado, em outubro
- Cachoeira do Sucupira, Cachoeira dos Namorados, Cachoeira Bom Jardim
Amantes de carros antigos e raridades se reúnem em Araxá (Foto: Evento/Divulgação)Tauá, em Araxá, durante exposição de carros antigos
(Foto: Evento/Divulgação)
Araguari
- Palácio dos Ferroviários
- Paróquia Nossa Senhora de Fátima
- Centro histórico e Matriz de Bom Jesus
- Cachoeira do Córrego das Araras, Cachoeira do Córrego Bom Jardim, Cachoeira das Irmãs, Cachoeira do Fundão, entre outras
- Goyaz Atlética e Casa da Cultura
Uberaba
- Complexo Cultural e Científico de Peirópolis
- Casa da Memória de Chico Xavier
- Museu de Arte Religiosa Central Brasil
- Cine-Teatro Vera Cruz
- Mata do Ipê
Araxá
- Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá
- Museu da Santa Igreja de São Sebastião
- Fonte e Teatro Municipal de Araxá
- Árvore dos Enforcados
- Palácio Vereador Nagib Feres
Centro histórico de Paracatu é tombado como patrimônio cultural brasileiro (Foto: Reprodução de vídeo)Centro histórico de Paracatu é tombado como
patrimônio cultural brasileiro
(Foto: Reprodução de vídeo)
Vazante
- Gruta Lapa Nova
- Paróquia Nossa Senhora da Lapa
- Igreja Matriz
- Festa da Lapa, em maio
- Festa de Carros de Boi, em julho
Patos de Minas
- Parque do Mocambo
- Catedral Santo Antônio
- Lagoa Grande
- Igreja Santa Terezinha do Menino Jesus
Paracatu
- Museu Histórico Municipal de Paracatu Pedro Salazar Moscoso da Veiga
- Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos
- Centro Histórico Paracatu
- Igreja de Santo Antônio de Pádua
Serra da Canastra
- Cachoeiras: a principal delas, Casca D’Anta, tem 186 metros de altura
- Nascente histórica do Rio São Francisco
- Chapadão da Canastra e Mirante da Canastra
- Fauna silvestre em seu habitat natural, algumas espécies ameaçadas de extinção, como o pato-mergulhão, o lobo-guará e o tamanduá-bandeira
- Mais de 400 aves catalogadas
- Flora endêmica dos campos rupestres e campos limpos
parque do mocambo patos de minas (Foto: Sindtur/Divulgação)Parque do Mocambo, em Patos de Minas (Foto: Sindtur/Divulgação)